quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

"Querência ou Precisância"

"Eu não tenho roupa!"
"Preciso comprar uma roupa!"
"Compro, compro, compro e quando preciso não acho uma roupa para sair!"


Isto é o que as mulheres mais falam diante de seus armários super lotados de roupas, sapatos, bolsas e acessórios. E são muitas as causas: armários bagunçados, pequenos para tanta roupa, estações misturadas ou por querem mesmo como dizem algumas ou porque está na moda, como dizem outras.

As mulheres não sabem a diferença entre "querência" e "precisância" (termo usado pela Tania Carvalho em seu livro 100 dias em Paris).

Querer comprar uma roupa a todo momento pode indicar uma certa fragilidade feminina. É o querer estar na moda, o tal "must have", é se tornar "fashion victm" sem se importar com a moda sustentável, que hoje em dia está muito mais na moda. É não entender que, o que já possui é suficiente e pode muito bem ser eficiente. Esta "querência" pode transparecer um lado inseguro, passional e compulsivo da mulher. Esta compulsividade pode ser uma busca por uma imagem não definida, não identificada.

Quando se distingue o querer do precisar, se sabe exatamente o que falta no armário e na composição da autoimagem. E quando se sai para comprar, busca por aquele item que irá compor o Guarda-roupa Inteligente e não encher mais ainda as gavetas e inchar o orçamento ao final do mês.

A "precisância" demonstra um conhecimento pessoal e um controle sobre seus investimentos e sobre seu estilo e personalidade. Quando passamos a comprar apenas o necessário para moldar nosso estilo, não só economizamos como cessamos a ansiedade e a insegurança diante de nosso armário, e porque não dizer diante da nossa própria imagem refletida no espelho.

Abra seu armário! Avalie agora o que realmente você precisa. Torne-o em um Guarda-roupa Inteligente e verá que em um momento oportuno, realizar a sua querência, será em um investimento dos sonhos, do seu sonho e não dos ditados pela moda, pelos editoriais ou pelas it-girls.

Organize seu armário
Contabilize quantas peças de roupas, sapatos, bolsas e acessórios você possui.
Faça uma lista, HONESTA, do que realmente precisa.
Faça combinações.
Organize por grupo de roupas.
Separe as roupas de trabalho e use por um mês apenas estas roupas. (veja aqui um exemplo de Guarda-roupa Inteligente)

Ao final de um mês, nos conte como foi sua experiência.

 

__________________________________________________________________
Dica AEnG

Itens essenciais de um guarda-roupa Inteligente: calça alfaiataria preta; camisa branca; camisetas básicas (branca, preta, bege), jeans escuro e reto, blazer preto; saia preta; vestido preto; sapatilhas clássicas (bege, preto); scarpin preto e bege.

Componha seu guarda-roupa com outras peças que você gosta, se sente confortável, peças da estação e com algumas peças da moda.

Procure em seu armário. Não é para sair correndo para comprar!  Contenha-se!
___________________________________________________________

Gostou? Abra a gaveta e compartilhe!

Um comentário:

  1. Quais são suas aflições diante do armário? Conte para nós!

    ResponderExcluir

Obrigada pelo seu comentário no AEnG. Ele será lido e respondido em breve. Mara Débora